Sempre fiz para mim próprio as anilhas de madeira e corda que me seguraram os diferentes lenços de ESCUTEIRO que tive ao pescoço nos últimos 33 ANOS.
Foram surgindo tantos pedidos que resolvi dedicar o meu tempo livre a construir anilhas, essencialmente de cana e madeira, num processo totalmente artesanal e laborioso.

Tradutor

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

POR ONDE ANDAM?

Bem, a julgar pela imagem seguinte, um pouco por todo o lado no País inteiro.



Ahhh . . . não estão indicados números (no total já ultrapassam as 700 anilhas artesanais) e falta neste mapa a referência ás ilhas portuguesas (Açores e Madeira), e a referência ao estrangeiro (Espanha, Bélgica e Luxemburgo), onde também já chegaram as verdadeiras e únicas anilhas do reis!

Muito obrigado a todos e uma forte CANHOTA.


domingo, 12 de fevereiro de 2017

CANAVIAL!

Como podem ver, as minhas anilhas têm o futuro assegurado. Basta ver este belo e bem preservado canavial (canas de Bambu). Sem ele não seria seguramente a mesma coisa - e não é uma questão de quantidade mas de qualidade!

Onde fica?  No segredo dos deuses.

Obrigado a todos os que continuam a apostar no trabalho artesanal feito em Portugal.  Bem hajam.

Uma CANHOTA muito amiga.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...