Sempre fiz para mim próprio as anilhas de madeira e corda que me seguraram os diferentes lenços de ESCUTEIRO que tive ao pescoço nos últimos 33 ANOS.
Foram surgindo tantos pedidos que resolvi dedicar o meu tempo livre a construir anilhas, essencialmente de cana e madeira, num processo totalmente artesanal e laborioso.

Tradutor

terça-feira, 30 de setembro de 2014

182. LINCE DA MALCATA

Necessita de apresentações?



 
 



Como é muito fácil de ver, este exemplar foi esculpido numa peça única de madeira. Este em especial ficou em Chaves. Outros há (mais dois) que foram para outros pontos do País.

E lembram-se que aqui à uns "posts" referi uma flor de lis feita com um pedaço de madeira já com uns bons anitos em cima? Esta peça pertencia à mesma (e fantástica) caixa de fruta. Obrigado Anita!



(ahhh, e quem respondeu sim à pergunta inicial precisa de regressar à escola, outa vez e com urgência!)





_

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

179. ESQUILO

 


Todo o corpo do squilo é feito a partir de uma peça única de madeira esculpida.



_

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

178. TÓ "ALHEIRAS"


 




Pode até parecer uma brincadeira de gosto duvidoso. Garanto que não é e o seu dono pediu-me especificamente que lhe fizesse algo do género . . . e usa-a com orgulho no seu lenço de Caminheiro.

Posso dizer com toda a certeza que esta foi um dos mais difíceis desafios que me colocaram neste ramo e uma das mais trabalhosas. Está lá tudo, do porco à alheira.


(Ahhh . . . e todos, na região de Vila Real, principalmente em Chaves, conhecem o Caminheiro Tó, conhecido também pelo petit nom "Alheiras")




_

sábado, 20 de setembro de 2014

177. BALÚ




Este mora no lenço de um Irmão da Fraternidade de Nuno Álvares, "Voluntário Profissional", como ele mesmo se denomina.




_

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

176. FLOR-DE-LIS


 
 
 



Quando olharem para este trabalho tenham em mente que a parte mais clara desta peça foi feita a partir de um pedaço de caixa de fruta que esteve pelo menos uns trinta (sim! trinta) anos á espera, num armazém, para poder ter uma nova vida. Só podi dar numa flor-de-lis, não concordam?

Fiz uns quatro ou cinco exemplares que ficaram espalhados um pouco por todo o País escutista. Este em particular ficou mesmo em Chaves, no lenço de um Explorador.




_

domingo, 14 de setembro de 2014

174. Akelá

Porque assim o merecem todos os Dirigentes (homens e mulheres deste País e de todas as Associações Escutistas existentes em Portugal) que se dedicam ao maravilhoso trabalho voluntário de criar um novo e maravilhoso mundo para os mais novos . . . fica a minha pequena homenagem.

Bem-hajam todos.





_

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

sábado, 6 de setembro de 2014

NO MEU LENÇO . . .

Pediram-me. E eu fiz.

Mas só porque a "pantera" da dona que a usa ao peito merecia!

Linda. Única.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...